Como Cuidar de Orquídea em Apartamento

terça-feira, maio 28, 2019


A maioria das pessoas acha que cultivar orquídeas é complicado, mas saiba que além de não ser verdade, é ainda possível aprender como cuidar de orquídea em apartamento e obter flores o ano inteiro.

Não acredita? Bem, orquídeas precisam apenas ficar próximas de uma janela capaz de promover uma boa luminosidade e ventilação suficiente para que ela se desenvolva de maneira adequada.

Tá certo que tudo vai depender da espécie da sua orquídea e de muitos outros cuidados que ela vai exigir. Porém, de um modo geral, várias espécies se adaptam bem aos apartamentos, principalmente nas varandas.

Gêneros como as orquídeas Phalaenopsis, Dendrobium e Oncidium; por exemplo, são fáceis de se cultivar, bastando apenas estarem próximas de uma janela ensolarada e terem suas outras necessidades de temperatura, umidade e água supridas.

Viu? Nada complicado. Se você ainda não acredita, continue lendo o artigo abaixo que vamos ensinar como cuidar de orquídea em apartamento e ter a casa sempre enfeitada e florida por essas plantas incríveis. Confira!

O que é preciso para cuidar de orquídea em apartamento

A grande maioria das orquídeas vive sob a forma epífita na natureza, fixadas em troncos de árvores como apoio. Mas, existem também orquídeas terrestres e orquídeas rupícolas, que vivem próximas ao solo ou entre fendas nas rochas, respectivamente.

Por isso, para saber como cuidar de orquídea em apartamento, é preciso primeiro identificar o tipo e a espécie da sua orquídea, a fim de determinar os seus hábitos vegetativos.

Embora em seus habitats de origem as orquídeas não precisam de cuidados para se desenvolver, pois a natureza acaba fornecendo tudo aquilo que necessitam, dentro de um apartamento é completamente diferente.

Por outro lado, se você conseguir simular as mesmas condições dentro de casa, não tem como dar errado. Para isso, basta prestar atenção na umidade relativa do ar, controlar as regas e fornecer uma boa luminosidade, entre outros detalhes.

Tem muita gente que amarra as orquídeas em árvores, placas de madeira ou fibras naturais, no caso de espaço nas varandas. Mas, no caso dos ambientes internos, os vasos são mais práticos, especialmente nos apartamentos em que não há tanto espaço suficiente.

De qualquer forma, se você quer aprender como cuidar de orquídea em apartamento, vai ter que ficar atenta a todos os detalhes. Veja mais abaixo!

Ventilação

Para saber como cuidar de orquídea em apartamento é preciso estar atenta à ventilação do local. Orquídeas precisam de locais ventilados para manter a umidade relativa do ar e temperatura equilibradas.

Por outro lado, não gostam de ventos em excesso. Por isso, se você mora em apartamentos muitos altos e com varanda, elas vão precisar ser protegidas dos ventos fortes, principalmente durante a floração.

Isso porque o vento forte pode arrancar suas flores, derrubar o vaso e até ressecar o seu substrato mais cedo, prejudicando a planta. Sendo assim, controle o vento do ambiente, investindo em anteparos ou qualquer estrutura para protegê-las do vento (folhagens e telas de sombreamento).

Durante a floração, você pode levar a orquídea para dentro do apartamento e, depois trazê-las de volta quando as flores murcharem.

Luminosidade

Os apartamentos costumam limitar os espaços disponíveis com a quantidade de luz necessária. Portanto, para saber como cultivar orquídea em apartamento, você vai ter que prestar atenção nos cômodos que recebem ou não luz solar.

As orquídeas preferem ficar próximas à janelas e varandas que recebem sol pela manhã, sendo assim, você vai ter que descobrir a direção do sol que incide nas janelas e varandas para identificar os locais de maior quantidade de luz nesse período.

Apartamentos com janelas voltadas para a face norte costumam ser mais ensolarados. Já as janelas voltadas para a face leste recebem apenas o sol da manhã e as janelas na face oeste são as mais quentes no verão, necessitando de técnicas de sombreamento para amenizar o sol da tarde.

Os apartamentos voltados para a face sul são os mais inadequados, pois quase não recebem luminosidade suficiente.

Umidade

Normalmente, ambientes internos acabam sendo mais secos e tendo baixa umidade relativa do ar. E orquídeas adoram locais úmidos. Para garantir o controle da umidade no seu local de cultivo, e evitar a desidratação e proliferação das pragas, escolha um local próximo à fontes de água.

Uma boa alternativa para manter a umidade relativa do ar é criar uma “humidity tray”, colocando o vaso sobre uma bandeja ou prato com água, cascalho, brita ou argila expandida no fundo para evitar o contato das raízes da planta com a água.

Irrigação

O segredo para regar orquídeas em apartamento é adaptar as regas de acordo com a estrutura do espaço. Isso porque alguns apartamentos não dão acesso à torneiras e escoamento.

Assim, os vasos terão que ser transportados para outro local para serem regados, como a pia da cozinha ou a área de serviço, box do chuveiro, entre outros locais.

Para regar, molhe abundantemente cada vaso, semanalmente, permitindo que o fluxo de água escoe bastante. Evite também molhar as flores e os botões florais. Além disso, controle a umidade do substrato com o borrifador durante os intervalos entre as regas semanais, dando chance dele secar entre as regas.

Em se tratando de como cuidar de orquídeas em apartamento, a quantidade de água e frequência vai depender da época do ano, do clima local, e das temperaturas de cada ambiente.

Adubação

A adubação de orquídeas cultivadas em apartamento deve levar em consideração algumas questões práticas. O adubo, por exemplo, deve ser químico ao invés do orgânico, que tem cheiro desagradável e pode incomodar os vizinhos.

Além do odor, vários insetos também são atraídos, causando incômodos. Uma boa opção é o adubo químico NPK, balanceado, contendo macro e micronutrientes. A dica é alternar as formulações para manutenção e floração com diferentes proporções de nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K).

Leia também