Especial Black Friday

sexta-feira, novembro 29, 2013


Black Friday é um termo criado pelo varejo nos Estados Unidos para nomear ação de vendas anual, que acontece sempre na última sexta-feira de novembro após o feriado de Ação de Graças. A quarta edição brasileira ocorre nesta sexta-feira (29).


A Mboah está com 40% em todo o site! Já a Lojas Rede está preparando um incrível desconto, mas estão cheios de mistério e não podem adiantar para gente o que é! (que chato!)


Já a The Beauty Box não preparou só um dia de desconto, mas uma semana inteirinha, a Black Week. São produtos com até 70% que estarão disponíveis no site www.thebeautybox.com.br. Além dos preços lá em baixo, a marca dará ainda descontos progressivos: 5% para compras acima de R$150, 8% para compras acima de R$ 200 e 10% para quem gastar além de R$300. São perfumes, cosméticos e muito mais!


A Dafiti sempre nos surpreende em seus descontos e agora com o Black Friday podemos esperar até 80% de desconto em várias peças! Adoramos a variedade do site da Dafiti e com certeza você não vai ficar sem comprar!

A SantaZí está com 20% de desconto em todo o site! As camisas caíram de preço único para R$129,90.



A Efoot enlouqueceu!!! Estão dando até R$100 de desconto em vários produtos selecionados! Lembra que no site tem uma seção chamada preferido das blogueiras? Pois então, tem vários preferidos do Blog da Barbarela, Blog da Mari Sampaio, Blog Keep Calm Diy.


A Prat-k é o site ideal para você comprar itens de decoração com 20% de descontos e ainda mais 5% de desconto para pagar em boleto ou transferência.

Confira mais algumas dicas para evitar problemas:

Faça um planejamento
Faça uma lista com tudo o que pretende comprar. Isso ajuda o consumidor a se organizar e a não se perder em meio à grande quantidade de ofertas no dia da ação. Também estabeleça previamente quanto pretende gastar para cada item que planeja comprar – e mantenha-se fiel ao orçamento, evitando dívidas.

Segurança on-line
A Fundação Procon-SP lembra que é importante procurar no site a identificação da loja – com dados como razão social, CNPJ, endereço e canais de contato. Caso ocorra algum problema, localizar a empresa será fundamental para a solução. Se o fornecedor não possuir essas informações, escolha outro. O órgão de defesa do consumidor sugere que o consumidor evite sites que exibem apenas um telefone celular como forma de contato. Ter um bom programa de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) atualizados no computador ajuda a evitar problemas.

Além disso, o Procon orienta os consumidores a imprimir ou salvar todos os documentos (telas) que demonstram a compra e confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).

Direitos do consumidor
O Procon lembra que o Código de Defesa do Consumidor estabelece prazo de 30 dias para reclamações sobre problemas aparentes ou de fácil constatação no caso de produtos não duráveis e de 90 dias para itens duráveis, contados a partir de sua constatação. Essa reclamação pode ser feita para o próprio comerciante ou para o fabricante.

No ato da entrega, o consumidor só deve assinar o documento de recebimento do produto após examinar o estado da mercadoria. Havendo irregularidades, estas devem ser relacionadas, justificando assim o não recebimento.

Nas compras feitas fora do estabelecimento comercial (por telefone, em domicilio, telemarketing, catálogos e internet), há o prazo de sete dias para desistir da compra, sem apontar qualquer motivo, contado a partir da aquisição do produto ou de seu recebimento.

Compare os preços
Antes de comprar, compare os preços dos produtos em oferta com os de outras lojas. Certifique-se de entender a especificação detalhada para realizar uma comparação válida. Não compre nada sem antes ter certeza de que o preço está realmente em conta.

Também é importante identificar quais produtos estão em promoção. Os organizadores destacam que se uma loja participa da "Black Friday", isso não significa que todos os seus produtos estão em promoção. A loja escolhe alguns produtos ou categorias que terão descontos para o evento. Outros produtos, portanto, podem continuar com os preços originais.

Evite os horários de pico
A grande quantidade de visitantes simultâneos pode causar lentidão no acesso. Portanto, evite os horários de pico que, segundo os organizadores, ocorre nas duas primeiras horas da promoção, entre 0h e 2h, e na hora do almoço, entre 12h e 14h.

Denuncie
Os organizadores do evento dizem que o consumidor que encontrar alguma promoção com qualquer tipo de irregularidade ou desconto irreal pode fazer a denúncia no link “Reclame Aqui”, do site oficial do Black Friday (www.blackfriday.com.br). As reclamações serão direcionadas para o site Reclame Aqui.

O Procon também abriu um canal só para reclamações referentes à "Black Friday". Quem se deparar com algum problema pode denunciar no Twitter (@proconspoficial) usando a hashtag #deolhonaBlackFriday. O mesmo procedimento pode ser feito no Facebook (www.facebook.com/proconsp). Todos os casos serão analisados para possível abertura de processo administrativo quando houver indício de lesão aos direitos dos consumidores.

Expectativa
A previsão do portal Busca Descontos é que as vendas on-line na data gerem R$ 340 milhões, o que representa um crescimento de mais de 50% em relação à edição de 2012, quando foram vendidos R$ 217 milhões, segundo a ClearSale. De acordo com a previsão do portal, mais de 850 mil pedidos de compra devem ser realizados no dia 29.

Leia também