O que é pH dos Shampoos?

quinta-feira, setembro 19, 2013


Tanto se houve falar e se lê, principalmente nos shampoos o famoso pH. Mas meu Deus, o que é isso? Quem é esse cara? Porque ele está em todo lugar? pH neutro, pH ácido, pH isso e aquilo. Se você é daquelas que realmente lê o que consome já deve ter notado essas duas letrinhas.

O pH é um sigla que significa potencial hidrogeniônico, ele tem esse nome pois indica a concentração de íons H+ no meio. De uma forma mais clara pH é um índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer.

O pH do nosso couro cabeludo varia entre 3,8 - 5,6. No caso dos shampoos, os que apresentam pH abaixo de 7 (normalmente em torno de 4,5 - 5,0) são mais hidratantes, pois selam as cutículas do cabelo; já os mais básicos (ou alcalinos) apresentam pH acima de 7 e abrem as escamas, fazendo assim uma limpeza mais profunda nos fios.


Qual a importância do pH na fórmula?

O pH é a sigla para “potencial hidrogeniônico”, uma régua que mede a faixa de acidez ou alcalinidade de um produto. Essa régua vai de zero a 14, onde quanto mais próximo de zero, maior a acidez e quanto mais próximo de 14, maior a alcalinidade. O pH 7,0 denota uma faixa de neutralidade, não sendo nem ácido, nem alcalino.

Relação entre o pH da pele e o pH do produto

O manto hidrolipídico protetor da nossa pele é um revestimento composto de substâncias ligeiramente ácidas, de pH por volta de 5,5, destinado a manter um ambiente inóspito para o desenvolvimento de micro-organismos que possam nos causar mal. Se a gente deseja suavidade na limpeza do couro cabeludo e do cabelo, devemos optar por formulações com pH nesta faixa ou próxima dessa, isto é, pH entre 5,5 e 7,0 .

Como ele age no cabelo?

Não é o pH que age no cabelo e sim as substâncias químicas contidas na fórmula que de acordo com sua concentração, tornam o produto final mais ácido ou mais alcalino. O ideal é que o shampoo esteja na faixa mais próxima da neutralidade e que o condicionador esteja ligeiramente ácido para realizar a neutralização das cargas estáticas e assim facilitar a penteabilidade dos fios.

Qual a importância do sal no shampoo?
O sal (cloreto de sódio) é um eletrólito que em pequenas concentrações ajuda as misturas feitas com alquil sulfatos, como o lauril éter sulfato de sódio - que é um tensoativo comum presente nas fórmulas de shampoos -, a ganhar um ligeiro aumento de viscosidade.

pH substitui o sal?
Como o pH não é uma matéria-prima e sim uma medida de acidez ou alcalinidade de uma fórmula, não tem nenhuma comparação com o cloreto de sódio, que é um eletrólito doador de viscosidade e consistência aos shampoos.

É verdade que shampoo com sal estraga o cabelo deixando-o seco?
Não, impossível! Coitado do cloreto de sódio! Não é ele o responsável por cabelos secos ou estragados e sim tudo o que a pessoa faz de errado com seus fios de cabelo, como tratamentos químicos alisantes, descolorantes, tonalizantes, permanentes, tratamentos térmicos com chapinhas, secador de cabelos, baby-liss, somados aos cosméticos de má qualidade, como shampoos formulados sem ativos que possam repor a estrutura natural dos fios, como os aminoácidos, e que acabam sendo desestruturados e perdem suas características originais de flexibilidade, brilho, maleabilidade, etc.
Além disso, ainda separamos para vocês uma lista com alguns dos principais shampoos e seu pH.

OX Plants: pH entre 5 e 5,5
Elsève: pH entre 5,5 e 6
Pharmacus: pH 6
Vizcaya: pH 6
Pantene: pH 6,5
Dove: pH entre 6,5 e 7
Éh: pH entre 6,5 e 7
Garnier Fructis: pH entre 6,5 e 7
Seda: pH entre 7 e 7,5
Niely Gold: pH entre 7 e 7,5
Johnson’s Baby: pH entre 7 e 7,5
Phytoervas: pH entre 7 e 7,5

Bom, espero que vocês tenham gostado deste post e esta dica sirva para você fazer a escolha correta de qual shampoo você vai utilizar. Lembrando que com o pH mais alto não quer dizer que o shampoo seja ruim. Se você precisa de fazer hidratação por exemplo no cabelo, utilize um shampoo com pH mais alto, assim os produtos de hidratação irão penetrar com maior facilidade e vão conseguir armazenar mais quantidade de produtos. Além de limpar melhor os fios. 

Já para quem vai fazer uso diário de um shampoo, sugiro com o pH mais baixo. Não baixo demais, mas por volta de fator 5.

Na maioria dos produtos vem indicando qual é o fator de pH, mas caso não venha, você mesma pode fazer o teste. É só comprar as fitas medidoras de pH e depois, é só comparar a cor da fita com a tabela de cores disponível com o kit. Essas fitas são vendidas por distribuidores de produtos químicos. Mas achei na net que são vendidas até mesmo em lojas especializadas em piscinas!

*O conteúdo desta postagem é de autoria e propriedade do Blog da Babarela e reserva seus direitos. A cópia do conteúdo é crime de plágio. Seja criativo e responsável. Não copie, crie!

Leia também