Mulheres inteligentes, relações saudáveis.

sábado, maio 05, 2012


Tudo é mais fácil quando se tem um manual para seguir. O livro ‘’Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis’’ do autor Augusto Cury abre um leque de informações que podemos – e devemos – nos apegar para, de fato, termos relacionamentos bastante saudáveis.

Um livro que apesar do nome, não foi feito somente para a mulherada. Este livro nos ensina a ter relacionamentos saudáveis em todas as situações, seja ela conjugal, seja ela estudantil, seja entre você e sua família ou seus amigos. Eu não definiria este como um simples livro, mas talvez como um manual para que possamos iniciar um ciclo de relacionamentos saudáveis. Um manual que nos ensina a teoria do Eu como autor de nossa história; um manual que nos leva a encarar nós mesmas, seja em uma mesa redonda, seja em frente ao espelho. Um manual que nos ensina o caminho da liberdade dos padrões de beleza, dos monstros que criamos.

Um manual que nos ajuda a entender como funcionamos; um manual que exalta a individualidade de nossas mentes belas e complicadas. Um manual que nos alerta aos erros capitais de uma relação doente como a ditadura do ciúme, a perda da admiração, a ditadura do excesso de trabalho e da insensibilidade, a ditadura da crítica excessiva e do medo da perda.

Um livro que retrata a vida de Maria, que, até então, ela só havia sido estudada ao longo da história pelo ângulo da religião.

Um manual que nos apresenta as leis fundamentais de uma relação saudável como a arte de investir em sonhos e torcer pelo outro, a importância do elogio, a arte de surpreender e a de agradecer, a arte de dialogar e de autodialogar.

Um livro que mostra como nós, mulheres, sofremos atrocidades ao longo dos anos e ainda sofremos hoje, em uma sociedade ‘civilizada’. Um livro que nos leva a encarar a criação de nossos próprios monstros, um livro que nos ensinam a assombrar positivamente nossos homens.

Eu realmente estou encantada. Encerro essa leitura ainda mais fã do Augusto. É o tipo de livro que deve ser lido como hobby, onde sempre poderemos extrair maneiras de nos tornar pessoas melhores.

E você? Já ouviu falar deste livro? Ou talvez de outros, do mesmo autor? Comente aqui e nos conte o que achou! 

Leia também

  1. Nossa parecer ser muito bom mesmo ainda não li masi vou procurar ler o masi rapido possivel *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Fico feliz que tenha gostado da ''introdução'', rsrs. Acredite, minhas palavras não são capazes de transmitir o que de fato é este livro. É muito bom. É o tipo que você quer presentear a mulherada da sua família e do seu ciclo de amizades. Vale a pena. Você o encontra nos Sebos online por 20 reais, mas, honestamente, acredito que nas livraria ache mais ou menos por este preço também - então vale mais a pena. Se ler, volte para nos contar o que você achou. *-* Espero que goste tanto quanto eu, pra mais. rsrsrs
      Um beijo e volte sempre, princesa.

      Excluir
  2. Livraço,e mais uma vez,belo texto. Nossa sociedade carece de livros e ferramentas de conhecimento no geral,que trate das questões de gêneros. Há toda uma carência e distorção de valores quanto a ser homem ou mulher,é um problema social e geral. O que mais vemos hoje são valores distorcidos,onde mulheres agem de forma não saudável no sentido de ter que se posicionar no lugar de homens que não agem como homens. Este tipo de livro remete a mulher a um encontro com ela mesma,na sua essência feminina,e nas diretrizes únicas e particulares de cada ser humano. Recomendadíssimo. Mais uma vez,parabéns pelo texto e pela indicação de leitura,o que eu considero ser a forma mais eficaz de se adquirir conhecimento de si,dos outros e da sociedade no geral. Sites assim tem sempre que ter indicações de leitura desta forma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É! E agora sabemos que este livro é o quarto livro (nacional) mais vendido!! Sei que não é atoa! A qualidade das informações contidas nesta ferramenta merece ser guardada e praticada. Uma maneira de nos conhecer, nos descobrir. Nos ''situar'', rsrs. E nos portar. O negócio é que gera um certo preconceito pelo ar de ''livro auto ajuda''... mas, basta uma chance para que se renda ao livro. Um livro que, com certeza, me deixou ainda mais orgulhosa de ser mulher. Ah! Bom de mais. E logo mais teremos novas indicaçoes de leituras! Continue comentando e mostrando seu ponto de vista.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir