Mulher no futebol

quinta-feira, janeiro 05, 2012

Olá Meninas,Hoje vamos falar sobre a paixão nacional o FUTEBOL.

Nós, do sexo frágil crescemos ouvindo que futebol é coisa de homem, que mulher só sabe chorar sem motivos e fazer algo mais feminino. Interessante isso, não? Pois bem... Futebol é basicamente 22 homens ou mulheres, correndo atrás de uma bola. Simples assim? Longe disso!!
São 90 minutos de suor, prorrogação, disputa de pênaltis, de bolas na trave, de faltas, de impedimentos mal marcados, de lances polêmicos. Cresci em volta dos gramados graças ao meu pai, e a minha mãe achava um absurdo passarmos os domingos em frente à televisão acompanhando os campeonatos – e queria morrer quando me via gritando ou, até, xingando. Hoje a um grande número de mulheres no esporte e é natural tanto nas arquibancadas como também nas coberturas, comentários e na prática;
O futebol não é “apenas” um esporte. É sinônimo de raça, amor e loucura para um país inteiro. Mais importante que as eleições ou as contas a pagar, o futebol é o único esporte capaz de unir todas as classes da sociedade. Há quem proteste contra a apatia do povo diante dos problemas sociais em contrapartida ao amor pelo futebol. Mas o futebol está “no sangue”. Torcer faz bem. Futebol é alegria. E as mulheres fazem parte disso dentro e fora de campo.
Tem até muita mulher que entende mais de futebol que alguns homens por aí. Estes, aliás, estão cada vez mais acostumados com a presença feminina nos estádios. Vibramos juntos, cantamos juntos, quebramos tabus. É claro que a presença masculina é muito maior. O que afasta a mulherada do estádio é a violência, assim como a falta de educação de uma minoria machista que frequenta os jogos.
Mesmo assim, continuam sofrendo pelo time do coração, unidos por uma mesma paixão.
Então, futebol é coisa de mulher? Na verdade, futebol é coisa de todo mundo. Do presidente, do gari, do jogador, da dona de casa e de mulher também! Estamos aí pra torcer e discutir com vocês (de igual para igual) todos os lances polêmicos dos gramados. Tudo isso sem, é claro, perder a elegância. O que nos torna torcedoras especiais e essenciais. De salto alto, mas sempre “de olho no lance”!

Até a próxima @lihvinha

Leia também

  1. Amo futebol, mas odeio esse preconceito em falar que a gente não entende nada. Futebol vai além do campo...

    um beijo meninas

    ResponderExcluir
  2. Mulher jogar futebol eu acho muito feio, mas acho muito bacana as mulheres torcedoras!

    ResponderExcluir
  3. Não está de todo ruim seu texto não, apenas acho que poderia explorar melhor sua "matéria". É um assunto muito rico, este que você quis abordar! Poderia ter feito muito melhor. Vá estudar! Se querem fazer um blog sério, é melhor começar a estudar para fazerem melhor e com QUALIDADE. Sua matéria tem que ter mais embasamento. Isto não é uma crítica destrutiva, é um conselho, e como tal: aceitem se quiser! Abraços L.C.

    ResponderExcluir
  4. Ola L.C. , agradeço seu comentário. Pode ter certeza que a autora do post não irá ignorar suas dicas!

    Apareça mais vezes.
    Um beijo Barbara Olimpia

    ResponderExcluir